AViajes.com - Central de Reservas de Hotéis e Apartamentos

boton-menu

AViajes.com - Central de Reservas de Hotéis e Apartamentos

210020021
Reserve seu Hotel
Chamada gratuita. Clique aqui.

Pousada de Guimarães - Marinha ***


Pousada de Santa Marinha. Largo Domingos Leite Castro. Guimarães

Na subida para a cidade de Guimarães, encontra-se a majestosa Pousada de Santa Marinha (Prémio Nacional de Arquitectura em 1985), resultado do restauro do bonito Mosteiro dos Agostinhos do século XII. Fica perto do centro histórico da cidade (classificado como Património da Humanidade, pela UNESCO). O Parque da Penha, o Jardim do Mosteiro, os jardins e cantinhos interiores com fontes de granito, os ricos mosaicos de azulejos, os claustros e os múltiplos balcões e varandas com vistas para a cidade, assim como uma magnífica carta de sabores e vinhos, convidam-nos a prolongar a estadia nesta Pousada.


História da Pousada de Guimarães, Santa Marinha
 
Na subida para a cidade de Guimarães, encontra-se a majestosa Pousada de Santa Marinha.

Há escavações feitas na zona da Costa que levam a crer que aqui existiram povoações castrejas e romanas. Defende-se inclusivamente a existência de um estabelecimento religioso(templo) no fim do séc. VI-VII. Foi sendo ampliado durante as grandes reformas do período moçarabe, como o atesta a porta moçárabe, localizada nos Claustros da Pousada Santa Marinha.

No séc. X essa mesma arte moçarabe está no seu apogeu, havendo registos de uma basílica que se supõe ter sido obra da Condessa vimaranense, Mumadona Dias. Esta condessa, a quem se devem obras importantes na cidade ( como a Torre de Menagem do Castelo e a Colegiada de N.ª Sr.ª da Conceição/Oliveira), deixa grande parte dos seus bens ao mosteiro da Costa, provando assim a importância do local.

Mas as maiores e mais credíveis referências que existem, datam de 1154 (séc. XII), quando a esposa de D. Afonso Henriques, D. Mafalda, entrega o mosteiro aos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. Esta atribuição é feita em honra de Santa Marinha, advogada das parturientes. Crê-se que seria um voto feito pela rainha em virtude de ter sobrevivido a um parto mais complicado.

Estes cónegos durante o tempo em que aí viveram dedicaram-se mais á reconstrução da parte conventual do que á basílica. Contudo, a comunidade foi ficando cada vez mais reduzida, os costumes religiosos foram ficando mais relaxados e urgiu a necessidade de ser extinta esta Ordem.

Assim, sendo padroeiro da Costa D. Jaime, duque de Bragança, foi decidido ser extinta a referida ordem e ser instituída no Mosteiro a Ordem de S. Jerónimo. A 27 de Janeiro de 1528, D. Jaime entrega o edifício a Frei António de Lisboa, Providencial da Ordem de S. Jerónimo. 

Em 1537, o rei D. João III instaura aqui um colégio, para que o seu filho D. Duarte (Arcebispo de Braga) possa aqui estudar. Existiam dois tipos de estudos: Humanidades/Artes e Teologia. Em 1539 D. João III autoriza a atribuição de graus de bacharel, licenciado e doutor (equiparados a Coimbra). Aqui também estudou D. António Prior do Crato e ex-futuro rei. Com a morte de D. Duarte a universidade é extinta.

Os monges dedicam-se então a obras de reconstrução e melhoramentos do próprio mosteiro. 

Em 1834, com a instauração do Liberalismo (Revolução Liberal), decreta-se a extinção das Ordens Religiosas e estes frades tem que abandonar o edifício. 
Com a extinção do Convento, o edifício passou para a Fazenda Nacional e é apresentado em hasta pública. O primeiro proprietário foi José Pinto Basto, fundador da Vista Alegre. Dois anos depois morre e o edifício é novamente posto á venda. Outra das importantes famílias que o possuíram foi a Família Leite Castro.

Em 1931 os Jesuítas regressaram a Portugal e instalaram aqui um seminário, onde ainda estudou o actual presidente da Câmara de Guimarães.

Em 1951 um pavoroso incêndio, destruiu toda a ala nobre apenas poupando a sala do Capítulo e a Varanda Frei Jerónimo e deixou o convento completamente arruinado. E em 1972 foi comprado pelo Estado para o adaptar a Pousada. As obras iniciaram em 1975 sob a responsabilidade do Arquitecto Fernando Távora, tendo como resultado recebido o Prémio Internacional “Europa Nostra” e o Prémio Nacional de Arquitectura (1985).

Em 1985 abre ao público como Pousada. Em 2003 faz remodelações e modernizações de espaços, acrescentando o espaço novo que é a piscina.

ACOMODAÇÕES

A Pousada de Guimarães, Santa Marinha, dispõe de 49 quartos duplos e 2 suites equipados com: 
 
Ar condicionado
TV LCD por cabo
Mini-bar
Secador de cabelo
Cofre
Acesso a Internet Wireless
Telefone 

Existem 22 quartos na Pousada de Guimarães que surgiram da adaptação das antigas celas dos monges, estando os mesmos situados num majestoso corredor, parte integrante do Mosteiro Agostinho.

No dormitório dos Monges era onde ficavam as suas celas, rouparia e barbearia. Mantiveram-se todos os espaços que foram possíveis recuperar. Cada duas celas foram convertidas num quarto. As diferenças que existem entre eles são que de um lado os quartos são azuis e do outro são amarelos. Todos os quartos têm cama de casal, excepto dois que são twins.

Consta que uma das famílias que adquiriu o Convento treinava o cavalo neste corredor.

O arquitecto manteve tudo o que foi possível para retratar a época do Convento e utilizou materiais que se confundissem com os originais.

A Pousada de Santa Marinha dispõe de quartos para famílias, com áreas amplas que suportam camas extras para os seus filhos.

Alguns dos quartos possuem envolvente paisagística.

GASTRONOMIA

Restaurante da Pousada de Guimarães, Sta. Marinha
O restaurante da Pousada de Guimarães é uma sala imponente com suaves arcadas de pedra, tendo sido outrora as adegas e os celeiros do Mosteiro. 

Especialidades:
Bacalhau Com Broa
Rojões de Bísaro com castanhas e papas de serrabulho
Posta de Vitela de raça Barrosã grelhada com batata corada, grelos e molho vilão
Coelho estufado à Fundador com castanhas e cogumelos
Galo pica no chão, em arroz de cabidela
Toucinho do Céu
Pudim Abade de Priscos, torta de chocolate
Leite Creme
 
Nº lugares do restaurante: 200
Horário do Restaurante: 13H00-15H00 / 20H00-22H00

SERVIÇOS

Na Pousada:
Piscina Exterior
Jogos de mesa
Bicicletas 

Fora da Pousada:
Passeios de ultraleve
Passeios de bicicleta TT
Campo de tiro
Golfe
Passeio de teleférico no Parque da Penha
Passeios temáticos
Paintball
Jogos tradicionais
Passeios de jipe
Cavalos
Passeios pedestres

GRUPOS & EVENTOS

Celebre o seu casamento de sonho na Pousada de Guimarães, Sta. Marinha
Cenário de Sonho

A Pousada de Santa Marinha dispõe de uma variedade de espaços autónomos, cheios de beleza e encanto, que proporcionam um casamento de sonho. Exemplo disso é a varanda Frei Jerónimo, com vista para um pôr do Sol sublime. Poderá usufruir também dos magníficos jardins, espaços únicos e refrescantes.


Reuniões
Salão Nobre: Sala com Luz Natural, tecto em Masseira - aspecto decorativo, sala de festas do Sec. XVI.

Sala da Fonte: Sala com luz natural, espaço moderno, normalmente está patente uma exposição de quadros.

Frei Jerónimo: Sala com Luz Natural em pedra, antiga adega e celeiro do Mosteiro, colunas em pedra.

Afonso Henriques: Sala com Luz Natural em pedra, antiga adega e celeiro do Mosteiro, colunas em pedra.  Sala conjunta á Frei Jeronimo, dividida por um corredor.

Material audiovisual disponível:

ecrã
datashow
tv e video
retroprojector
flipchart
sistema de som com micros
Acesso à Internet Wireless. Estacionamento gratuito.

Possíveis actividades exteriores: PaintBall; passeios pedestres; team building.

PASSEIOS - ROTA TURISTICA

O centro histórico de Guimarães é Património Cultural da Humanidade classificado pela UNESCO. Em 2012, a cidade é Capital Europeia da Cultura.

Locais de Interesse:
Castelo - Monumento Nacional 
Paço dos Duques de Bragança
Muralha medieval da cerca de Vila de Guimarães, concluida no reinado de D. Dinis 
Museu Alberto Sampaio
Monte da Penha
Igreja de São Miguel (românica)
Igreja de Nossa Sra. da Oliveira
Igreja de São Francisco
Padrão Comemorativo da Batalha do Salado

Video Pousada de Guimarães - Marinha




Situação Pousada de Guimarães - Marinha